B-day al mare

O aniversário de Isis Penido será comemorado no próximo dia 9, com jantar oferecido por Eder Meneghine, na elegante Solar das Palmeiras Rio, na Ilha da Gigoia. Georgia Wortmann, Almir Ghiaroni, Eliana Moura, Marise Gollo, Mercia e Eduardo Lages, Vera Tostes, Sylvia de Castro, Ana Botafogo, Rosamaria Murtinho e os irmãos Fraga são alguns dos nomes que compõem a lista de convidados. O som da noite ficará a cargo do pianista José Carlos Pité.

Foto: Daniel Martins

Fonte: Society Rio SP (https://www.societyriosp.com.br/b-day-al-mare/)

B-day al mare


Rafael Bokor lança o livro “Rio, Casas e Prédios Antigos – Volume II”

O jornalista, publicitário e cineasta Rafael Bokor lançou na noite dessa quinta feira, 13, o livro “Rio, casas e prédios antigos – Volume II”. A Sergio Castro Imóveis organizou o evento em sua sede, em Laranjeiras, com buffet by Eder Meneghine (sempre divino). A obra tem curadoria de Claudio Castro, co-proprietário da imobiliária. Confira as fotos de José Olímpio:

Fonte: Society Rio SP (https://www.societyriosp.com.br/rafael-bokor-lancar-o-livro-rio-casas-e-predios-antigos-volume-ii/)

Rafael Bokor lança o livro "Rio, Casas e Prédios Antigos - Volume II"


Renato Gaúcho passa por cirurgia neste sábado!

Renato Gaúcho passará por uma cirurgia no coração, neste sábado, 5 de janeiro, às 7h, em Porto Alegre!! De acordo com o portal UOL, o treinador tem um problema chamado fibrilação atrial do atleta, natural em ex-jogadores, e ficará afastado dos trabalhos por aproximadamente uma semana no Grêmio…

“Ele tem uma fibrilação atrial do atleta, é o crescimento da musculatura que todo atleta tem, ele pode desenvolver focos anômalos de corrente elétrica que leva à arritmia. Pode trazer problemas futuros, é uma patologia do atleta”, disse o médico Paulo Rabaldo.

O procedimento acarreta certa preocupação dos médicos do clube. A cirurgia será realizada pelo especialista Leandro Zimmermann, do hospital Moinhos de Vento, na capital gaúcha.

Renato Gaúcho - Crédito - Reprodução


“Minha Vida em Marte”: 1 milhão de espectadores!!!

Em cartaz desde o dia 25 de dezembro, o longa “Minha Vida em Marte”, protagonizado por Mônica Martelli e Paulo Gustavo, já foi visto por mais de 1 milhão de pessoas, segundo dados do portal Filme B.

Com direção de Susana Garcia, a comédia está disponível em 751 telas de 540 cinemas do país.

Na adaptação do monólogo homônimo de Mônica Martelli, Fernanda (personagem de Mônica) está casada com Tom (Marcos Palmeira) e tem com ele uma filha de cinco anos, Joana.

O casal está em crise e vive os desgastes e as intolerâncias da rotina do casamento, mas ela tem o apoio incondicional de Aníbal (Paulo Gustavo), seu sócio e companheiro inseparável que está ao seu lado durante toda a jornada para resgatar seu casamento ou acabar com ele de vez.

No elenco estão também Ricardo Pereira, Heitor Martinez e Fiorella Mattheis.

Paulo Gustavo e Monica Martelli - Crédito - Reprodução


Helô Pinheiro tá que tá!!!!

Aos 73 anos, Helô Pinheiro continua batendo um bolão!! A eterna “Garota de Ipanema” é uma das personagens da edição de janeiro da revista Vogue Brasil…

A loura posou para as lentes do fotógrafo inglês Martin Parr na piscina do Copacabana Palace… Reparem no maiô branco chiquérrimo da Gucci que usou!!

Helô Pinheiro - Cred - Martin Parr - Divulgação


A comemoração do filho transgênero de Wilson Witzel…

O filho transgênero do governador Wilson Witzel (PSC), Erick Witzel, de 24 anos, comemorou, através do seu perfil no Instagram, ter conseguido uma vaga para fazer tratamento hormonal no Sistema Único de Saúde (SUS).

Erick protagonizou críticas ao pai durante a campanha e chegou a declarar, após o resultado do primeiro turno, que era “um dia triste para a História do estado e do país”. Questionado por jornalistas, o governador comentou o assunto: “Meu amor por ele é incondicional. Desejo boa sorte (no tratamento) e que seja feliz”, disse Wilson, após a cerimônia de posse, no Palácio Guanabara. O rapaz foi o único dos quatro filhos de Witzel que não esteve presente à solenidade.

Erick contou na rede social que começou o tratamento hormonal com endocrinologista particular, mas era muito caro e não conseguiu continuar depois de quatro consultas. Ele aguardava pela vaga no Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia, no centro do Rio, há um ano.

“Como não tenho plano de saúde, fui para o sistema público e sempre tive uma resposta muito positiva, embora demore bem mais”, relatou.

Erick Witzel - Crédito - Instagram - Reprodução